quinta-feira, 23 de Maio de 2013

Pés humanos abrigam quase 200 tipos de fungos, dizem cientistas


Pés humanos abrigam quase 200 tipos de fungos, dizem cientistas

Primeiro estudo do tipo revela que lugares favoritos são o calcanhar, debaixo das unhas e entre os dedos dos pés.


Pés abrigam até 200 tipos de fungos, diz estudo (Foto: BBC)Pés abrigam até 200 tipos de fungos, diz estudo
(Foto: BBC)
Cientistas descobriram que todos nós temos quase 200 diferentes tipos de fungos colonizando os nossos pés.
Segundo um estudo realizado nos Estados Unidos, os fungos vivem por todo o corpo humano, mas seus lugares favoritos são o calcanhar, debaixo das unhas e entre os dedos dos pés.
Fungos inofensivos vivem naturalmente na nossa pele, mas podem causar infecção caso se multipliquem.
No primeiro estudo deste tipo, uma equipe dos Estados Unidos catalogou os diferentes grupos de fungos que vivem no corpo humano, e criaram um mapa dessa diversidade que pode ajudar a combater doenças de pele como o pé de atleta -- uma infecção nos pés causada por fungos.
Da orelha à curva do cotovelo
Uma equipe liderada pelo Instituto Nacional de Pesquisa do Genoma Humano, em Bethesda, Maryland, sequenciou o DNA de fungos que vivem sobre a pele em 14 diferentes áreas do corpo em dez adultos saudáveis.
As amostras foram retiradas do canal auditivo, da área entre as sobrancelhas, da parte de trás da cabeça, da área atrás da orelha, do calcanhar, das unhas dos pés, entre os dedos, do antebraço, das costas, da virilha, do nariz, do peito, da palma da mão, e da curva do cotovelo.
Os dados revelam que a riqueza fúngica varia ao longo do corpo. O habitat fúngico mais complexo é o calcanhar, que abriga cerca de 80 tipos de fungos. Os pesquisadores descobriram cerca de 60 tipos de fungos em pedaços de unhas dos dedos dos pés, e 40 tipos entre dedos.
Outras partes preferidas pelos fungos incluem a palma da mão, o antebraço e o interior do cotovelo, apresentando um nível moderado de fungos, em torno de 18 a 32 tipo diferentes.
Em contraste, a cabeça e o tronco abrigam poucas variedades de fungos -- de 2 a 10 tipos cada.
"Os dados coletados nos dá uma base para o estudo sobre os indivíduos normais que nunca tivemos antes", disse a principal autora da pesquisa, Julia Segre.
"A conclusão é que nossos pés abrigam uma diversidade enorme de fungos, por isso, se você não quiser misturar os seus fungos com os de outra pessoa, é melhor usar chinelos nos vestiários."
Enorme diversidade
O estudo define as diferentes colonias de fungos que vivem normalmente na pele, o que permite criar uma estrutura para investigar as condições de pele causadas por fungos.
Em 20% dos voluntários, os pesquisadores observaram problemas relacionados a infecções fúngicas.
Comentando sobre o estudo, o especialista em fungos Dr. Paul Dyler, da Universidade de Nottingham, disse que fungos normalmente podem co-existir muito bem no corpo humano sem causar qualquer dano, exceto em pessoas com sistema imunológico deficiente.
"O estudo ilustra a enorme diversidade de fungos que crescem no corpo humano. Isso é muito maior do que sabíamos anteriormente", disse Dyler à BBC.

fonte: g1.globo.com